top of page

Pensamentos

Por onde anda será

Aqueles teus pensamentos

Recheados de suspiros?

Será que ainda lhes cabe

Cada gemido de nós dois?

Quero saber se ainda

Guardas nas sombras

Os sonhos que deixaste passar.

Se tua mente ainda reproduz

Cada lótus por nós trocados.

Será que repassas tuas ideias

Em minhas nucas

Como foi com teus lábios?

Agora, por exemplo, por onde flutuas?

Santa Tereza, Mateus Leme

Será em Neves ou Padre Eustáquio?

Ou, ainda, será que vagas

No meu corpo, na minha alma

Ou apenas na superfície

Da minha pele?

Choras pela tua mãe,

Preocupas teu pai,

Onde estarás?

Por onde caminha tuas mãos

Se não pelos meus seios?

Hoje, já tão tarde da vida

Onde queres chegar?

Se é no véu que recobre a mim

Ou simplesmente na minha cama?

A uma hora dessas

O que desenhas na mente?

O traço dos nossos filhos,

A decoração do apartamento,

Ou apenas como ficará mais tarde,

Como entrarás pela minha saia,

O que farás depois do cansaço?

Eu quero saber!

Aliás, eu preciso saber.

Será que planejas pousares

Em outras flores nuas,

Ou considerar tuas amizades?

Amanhã, tenho certeza,

Saberei que teus pensamentos

Por nada passaram

Nem nada me desenharam

E os meus não pousaram em ti mais.

Abrirei a gaiola de metal

E eles vagarão livres

Por aí.

O nascimento de Vênus. Obra de Sandro Botticelli. Têmpera sobre tela. 1483.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Holograma

bottom of page